É preciso coragem para viver a dois, de forma integral e comprometida.

É preciso coragem para nos vulnerabilizarmos, para estar verdadeiramente presente e disponíveis para com o outro.

É preciso coragem para acompanhar, com flexibilidade e compaixão, as ondas da nossa relação, crescendo e mudando com o tempo, e estando aberto aos upgrades, sempre tão necessários.

Mas como ter mais coragem?

“Tu queres uma relação em que te sintas vivo/a, com energia e inspirado/a. Uma relação que não fica estancada no cotidiano, mas que te permite que tenhas entusiasmo e confiança; um relacionamento em que tu e o teu parceiro/a podem criar uma jornada ao longo da vida de intimidade e desejo.”

Esther Perel

Neste retiro iremos viver momentos de análise interna e ao mesmo tempo explorar o nosso mundo relacional.

Vamos buscar e desenvolver a coragem absolutamente necessária
para uma viagem relacional e partilhada, verdadeiramente, a dois.

Irão aprender a :

Vivenciar a (re)conexão através da presença, da disponibilidade, do toque e do desejo

Desenvolver e experienciar a comunicação integral, a vulnerabilidade individual e a dois

Relacionar conceitos entre as necessidades de cada um e as necessidades do casal

Desenvolver o poder da partilha e da intimidade

Compreender a influência dos nossos relacionamentos familiares na construção do nosso ‘ideal’ de relação

Trazer à consciência padrões e comportamentos que estagnam o crescimento

Enquanto Terapeutas de Casal, somos confrontadas por vários problemas que são comuns a muitos casais;
dificuldades profundas que nos batem à porta com frequência,
questões e dúvidas que assombram as relações e, muitas vezes, até acabam por destruí-las.

Eis algumas das conversas mais frequentemente ouvidas.

Se conseguires rever-te numa destas situações, este retiro é para ti.

As vezes sinto-me que o meu marido já não conhece a pessoa que sou hoje. Já não sabe quem sou, quais são os meus sonhos, as minhas qualidades, os meus medos… É que já não sou a mesma!

Ana, 53 anos

As vezes acho que somos dois estranhos a viver na mesma casa.

Manuel, 61 anos

É preciso relembrar que todos mudamos um bocadinho todos os dias. A diferença de ontem para hoje é micro, mas está lá. E a mudança no teu parceiro/a também. Agora vamos multiplicar todas essas mudanças vezes n semanas, meses, anos…

Não é só o nosso corpo que mudou, mas também os nossos gostos, os nossos ideais, a nossa pessoa! Quem és tu hoje? E quem é o teu parceiro/a hoje? Como é a vossa relação agora?

Está na hora de descobrir e redescobrir as pessoas que vocês são como casal e para onde querem ir juntos amanhã!

Através de exercícios de Mindfulness, comunicação consciente e outros, iremos aprofundar o autoconhecimento e fortalecer os laços que vos unem.

Há muito tempo que não oiço um piropo do meu parceiro ou que recebo uma prendinha só porque sim…. Parece que o romance perdeu-se. Ele já não me olha como olhava-me antes. Tenho saudades desse tempo!

Mónica, 38 anos

É difícil, porque parece que sou só eu que quero e até parece que sou algum tipo de pervertido! Mas a verdade é que o sexo é importante para mim! Não tenho vergonha em dizê-lo. E mais, acho que é importante para qualquer casal! Mas lá por ser homem, não significa que ser rejeitado não magoa… Não quero que ela faça um frete mas também não quero que seja sempre eu a pedinchar.

José Carlos, 49 anos

Romance. Desejo. Eroticismo. Intimidade. Disponibilidade. Sexo. Satisfação. Prazer.

Qual é a ligação, para ti, entre todos estes conceitos?

Quais são os mais importantes para ti, e quais os mais importantes para o teu parceiro/a?

Quem és tu enquanto ser sexual?

Como é que te vês na intimidade física e emocional?

Enquanto adultos, é difícil alcançar a intimidade genuína sem explorar o mundo sexual do casal. Neste retiro, iremos (re)descobrir e relacionar estes conceitos importantes. E através de simples exercícios, iremos viajar pelo mundo dos sentidos, desenvolvendo a nossa maior e mais importante ferramenta sexual: a nossa imaginação!

“Estamos programados para nos conectar uns com os outros, é o que dá propósito e significado às nossas vidas, e sem ele há sofrimento.

Brené Brown

Muitas vezes sinto-me só pai; já não me sinto o ‘marido’ do casal. Se não tivéssemos filhos, não sei se ainda estaríamos juntos.

Hugo, 42 anos

Acho que já ninguém se esforça na nossa relação. Não há cumplicidade. Só falamos de coisas banais, a miúda, as contas. Já não temos uma conversa ‘profunda’ há séculos! Para ser sincera, é tudo um bocado entediante. Não há nada de novo…

Paula, 44 anos

Todos os seres humanos desejam uma coisa desde que nascem: sentirem-se ligados a outro ser! Quando as ligações na nossa vida correm bem, o nosso bem-estar aumenta. O inverso também é verdade…

Como podemos reacender a faísca, que muitas vezes, se apaga com as tarefas sem fim do dia-a-dia mundano?

Como podemos fortalecer a nossa relação, de forma a nos sentirmos verdadeiramente conectados ao outro?

Como podemos mudar comportamentos que nos afastam um do outro e transformá-los em momentos de maior conexão?

Como podemos aumentar o poder da partilha na relação, experienciando e potenciando a coragem para a vulnerabilidade?

Sem coragem, não há a partilha e a vulnerabilidade necessária para ter uma relação profunda e douradora. Venham aprender como a vossa relação pode melhorar e alcançar a conexão que tanto desejam!

“A verdadeira viagem de descoberta não consiste em buscar novas paisagens, mas em ter novos olhos.”

Marcel Proust

Venham connosco refrescar o seu olhar e a sua relação:

Joanne Palma

Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, especialista em Psicologia Clínica e da Saúde. Especialidade avançada em Psicoterapia. Pós graduada em Terapia Familiar e Comunitária.

Instutora Qualificada em Mindfulness-Based Stress Reduction (MBSR) pela UC San Diego School of Medicine, Center for Mindfulness.

As suas áreas de interesse e de intervenção incluem Orientação Parental, Terapia de Casal, Terapia Familiar, psicoterapia sistémica individual com jovens e adultos, meditação e mindfulness.

Ministra formação e workshops nas áreas de Parentalidade, Mindfulness e Saúde Mental.

Filipa Perfeito

Terapeuta Familiar e de Casal pela Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar desde 2013 (em formação), Psicóloga Clínica pela ULHT desde 2004 e é pós-graduada em Reabilitação Psicossocial pela APEFF.

Também é Coach pela LifeTrainning. É sócia fundadora da Associação de Terapeutas Familiares, EntreNós. Trabalha como Terapeuta Familiar e de Casal e como psicoterapeuta, mantendo o foco sistémico, em clínica privada.

Acredita no trabalho em equipa multidisciplinar e transdisciplinar, sendo a coordenadora da Equipa SensiSer, em Fátima.

MUDE A SUA RELAÇÃO EM:

Próximo evento

Local:

Quinta das Carvalhas – Santarém

Rua José Ferreira Fazenda, 2000-460 Casével - SANTARÉM
Facebook: @quintacarvalhas
Site: https://quintacarvalhas.com

Data:

23 Outubro, 2020, sexta-feira | inicia 19h
24 Outubro, 2020, sábado
25 Outubro, 2020, domingo | termina 17h

Contribuição:

Até 23 Setembro: 295€*/casal
24 Setembro – 16 Outubro: 390€*/casal

Preço do Alojamento (em pensão completa):

340€* / casal

Número de Participantes:

Máximo: 11 casais
Mínimo: 6 casais

*Consulte a política de privacidade aqui